(84) 9694.5073 -

Curso de gêneros textuais capacita professores, de forma prática

No período de 18 de maio a 02 de junho acontecerá o curso Gêneros textuais/discursivos em perspectivas: articulação teoria e prática, com o intuito de aperfeiçoar o trabalho de professores de Língua Portuguesa e Literatura, como também os docentes de outras áreas que trabalham com os gêneros em sala de aula.

O trabalho pedagógico com gêneros textuais/discursivos é um caminho para um ensino e aprendizagem efetuados de forma eficaz, contribuindo de maneira significativa para que os estudantes sejam mais competentes não só em suas atividades escolares mas também, principalmente, em suas práticas sociais.

Para que se consolide essa prática educacional é necessário ter os gêneros textuais como ponto de partida para o desenvolvimento de habilidades de escrita e leitura e não mais a tipologia clássica (narração, descrição e dissertação), que não contempla o escopo social dos textos, baseia-se apenas na sua organização textual.

Porém, o que se observa nos livros didáticos e no desempenho dos professores é que não há um trabalho efetivo com gêneros textuais em sala de aula. Ao invés disso, a prática pedagógica do ensino da língua portuguesa privilegia o aspecto temático tanto nas atividades de interpretação de texto quanto nas propostas de produção textual. O que efetivamente ocorre é o comum equívoco de se confundir trabalho com gêneros com diversidade de gêneros abordados ilustrativamente no material didático.

Em visto do exposto, é importante que, além do estímulo às pesquisas acadêmicas que estão destrinchando as características dos principais gêneros, haja um maior investimento na formação inicial e continuada de professores visando a que se apropriem, consistentemente, da teoria e dos recursos metodológicos que levem a uma prática mais consciente com os gêneros textuais.

O curso em questão - Gêneros textuais/discursivos em perspectivas: articulação teoria e prática - pretende desencadear uma discussão do processo ensino-aprendizagem do docente, possibilitando que o educador possa transpor a teoria da academia para a situação concreta de sala de aula.

Para tanto, teremos seis (6) encontros com professores experientes e com trabalhos publicados na área de gêneros textuais/discursivos, permitindo uma reflexão atual e útil da prática pedagógica docente.

Palestrantes

Maria da Penha Casado Alves Possui mestrado em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1996) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, atuando na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem na área de Linguístiica Aplicada. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com ênfase em estudos da linguagem a partir das reflexões de Bakhtin e o círculo, atuando, principalmente, nos seguintes temas: gêneros do discurso, estilo, ensino de Língua Portuguesa, avaliação do livro didático, leitura e escrita na esfera escolar.
Marco Aurélio de Araújo Barbosa Graduado em Letras pela UFPB Especialização em Literatura Brasileira do século XX - UFRN Professor de Literatura Brasileira para pré-vestibulares atuação em escolas como Objetivo, Contemporâneo, CAP, CDF, entre outros similares Coordenação da disciplina de Literatura Brasileira no CALL
Maria Auxiliadora Bezerra Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual da Paraíba (1973), mestrado em Etudes Romanes, pela UNIVERSITÉ DE TOULOUSE LE MIRAIL (1979) e doutorado em Etudes Romanes, ênfase em Sociolinguística e Dialetologia Românicas, pela mesma UNIVERSITÉ DE TOULOUSE LE MIRAIL (1981). Atualmente é professora associada III da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), onde atua na Graduação em Letras. Faz parte do conselho editorial da revista DLCV do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas (UFPB) , da revista Ao Pé da Letra (UFPE), da revista InterteXto (UFTM) e da revista Leia Escola (UFCG). É membro da Coodernação Editorial da Coleção Linguagem e Linguística, publicada pela Editora Cortez (SP). Atua principalmente na área de Linguística Aplicada, desenvolvendo trabalhos com os seguintes temas: ensino de língua materna, leitura/escrita e ensino de texto, vocabulário, avaliação da aprendizagem.Tem orientado pesquisas de iniciação científica e monografias de conclusão de curso de graduação e de especialização . Em relação à produção acadêmica, tem publicado livros, capítulos de livros, artigos em periódicos e em anais de eventos nacionais e internacionais.
Maria das Gracas Soares Rodrigues Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1981), mestrado em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (1995) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2002). Atualmente é Professora Associada I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Textual dos Discursos (ATD), A(não) Assunção da Responsabilidade Enunciativa, Discurso Político, A Relação Ensino de Gramática / Sequência ou Tipos Textuais, História do Português Brasileiro, Crítica Genética, Leitura e Produção Textual Escrita, Gênero do Discurso Acadêmico, Coesão, Coerência, Construção do Sentido e Relatório de Concluintes de Letras. É membro do Projeto Análise de Textos e Discursos: Gêneros, Interação, Sociocognição e Ensino de Língua Portuguesa (PROCAD-NF/CAPES, envolvendo UFRN/USP/PUC-SP). Coordena o Acordo de Cooperação Internacional entre UFRN e Universidade de Lausanne na Suiça. Integra o Projeto Leitura e escrita: recortes inter e multidisciplinares no ensino de matemática e português (Observatório da Educação/CAPES). Coordena o subprojeto institucional do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem e do Programa de Pós-graduação em História da UFRN (Edital No. 27/2010 Pró-equipamentos / CAPES). (Texto informado pelo autor)
Angela Paiva Dionisio Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (1986), mestrado em Letras (1992) e doutorado em Letras (1998) pela Universidade Federal de Pernambuco, ambos com a orientação da Profa. Dra. Judith Hoffnagel; pós-doutorado pela Universidade da Califórnia em Santa Barbara (USA) com a orientação do Prof. Dr. Charles Bazerman (julho 2003 a junho 2004), na área de gêneros textuais. É professora de Língua Portuguesa e Linguística do Departamento de Letras da Universidade Federal de Pernambuco (Nível Associado III). Editora da revista Ao Pé da Letra www.revistaaopedaletra.net (1518-3610). Atua como líder do NIG (Núcleo de Investigação sobre Gêneros Textuais - www.nigufpe.com.br). Coordena o PIBID/CAPES Letras UFPE 2011 - 2013. Foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPE, no período de março de 2006 a maio de 2010. Foi coordenadora do GT Linguística de Texto e Análise da Conversação (ANPOLL 2004-2006;2006-abril/2008). Possui várias publicações na área de Linguística, com ênfase em Análise da Conversação, Lingüística Textual e Gêneros Textuais, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua materna, gêneros textuais, instrução multimodal e formação do professor.
Maria Augusta Gonçalves de Macedo Reinaldo Possui graduação em Letras pela Universidade Regional do Nordeste (1974), mestrado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (1981) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (1994). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Campina Grande. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Lingüística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua materna, ensino, escrita, formação de professor.
Edf. Meta cursos sala 03. Rua Marise Bastier, 207, Lagoa Nova, Natal/RN (por trás do Hotel Residence da Salgado filho) ponto criativo